Interação família-escola no desenvolvimento do aluno surdo

Wender Faleiro, Magno Nunes Farias, Lázara Cristina da Silva

Resumo


Diversos desafios permeiam o processo educacional do surdo, principalmente questões que envolvem a linguagem, as relações familiares e escolares. Assim, o objetivo deste estudo é analisar como ocorre a relação da família dos surdos com a escola. Trata-se de um estudo qualitativo, com coleta de dados por meio de questionários
respondidos por professores de escolas públicas de diversas partes do Brasil. Foram evidenciadas nos discursos grandes problemáticas dentro da integração família-escola nos ambientes escolares, e os fatores mais apontados foram: a organização do ambiente educacional e a dificuldade de responsabilização e instrução dos familiares. Para melhorar a relação família-escola, os professores sugerem a disponibilização de espaços de integração, que vão além da reunião, como cursos de formação e participação em apresentações, rodas de conversa, e o oferecimento de curso de Libras aos familiares, pois a grande maioria dos familiares apresenta resistência a essa língua e não realiza uma comunicação efetiva e completa com os surdos. A integração família-escola contribui para o desenvolvimento escolar do sujeito surdo, pois essa rede formada consolida-se pelas relações e interações das pessoas e pode auxiliar a lidar com questões de âmbito afetivo e emocional.

Palavras-chave


Educação a distância. Formação continuada. Relação Família-Escola. Surdez.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rep.v24i3.7768