Potencializando a experiência de internacionalização: reflexões sobre o Programa Ciência sem Fronteiras

  • Maria Janine Dalpiaz Reschke Universidade Luterana do Brasil
  • Maria Cláudia Fogaça Bido Universidade do Vale do Rio do Sinos.
Palavras-chave: Ciência sem Fronteiras. Internacionalização. Mobilização acadêmica. Universidade.

Resumo

A qualidade do ensino superior vem incluindo a dimensão da internacionalização como um diferencial e se impondo na agenda das universidades brasileiras. Neste estudo, buscou-se compreender as contribuições do Programa Ciência sem Fronteiras, dando ênfase à perspectiva dos estudantes beneficiados com bolsas no exterior. Esse tema faz parte de uma pesquisa mais ampla sobre a relação/tensão entre internacionalização e democratização da educação superior no Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com os estudantes online e presenciais em duas universidades. Os achados foram organizados em dimensões e analisados de acordo com o referencial teórico baseado em Knight e de Wit. Os resultados indicaram a relevância do programa como capital cultural individual dos estudantes, porém, ficou latente a pouca potencialização dessas experiências pelas instituições de origem, em uma perspectiva coletiva, que apontassem para processos de democratização dos saberes e viveres dos beneficiados. No entanto, há indícios de avanços na qualidade do ensino de graduação, no que tange às formas de ensinar e aprender, visando à autonomia e ao protagonismo dos estudantes e a um maior alinhamento entre as instituições de origem dos estudantes e as instituições internacionais.

Biografia do Autor

Maria Janine Dalpiaz Reschke, Universidade Luterana do Brasil
Professora da Universidade Luterana do Brasil, Unidade Gravataí, RS. Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio do Sinos.
Maria Cláudia Fogaça Bido, Universidade do Vale do Rio do Sinos.
Professora de inglês no Yázigi Estância Velha. Mestra em Educação pela Universidade do Vale do Rio do Sinos.
Publicado
2017-05-05
Como Citar
Dalpiaz Reschke, M., & Fogaça Bido, M. (2017). Potencializando a experiência de internacionalização: reflexões sobre o Programa Ciência sem Fronteiras. Revista Espaço Pedagógico, 24(1). https://doi.org/10.5335/rep.v24i1.6997