Internacionalização acadêmica e/ou inclusão do estudante estrangeiro em Portugal: diversidade e diferença em questão

  • Cláudia Madruga Cunha Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Educação superior. Internacionalização. Multiculturalismo.

Resumo

O estudo aborda o impacto da internacionalização e sua relação com a qualidade da educação superior. Analisa o tema a partir de uma investigação que teve como cenário a Universidade do Porto, em Portugal, incluindo gestores, pesquisadores e estudantes brasileiros. Para análise dos dados, toma como referência pressupostos do multiculturalismo ligado às teorias de Veiga-Neto, Stoer e Cortesão. Assume três conceitos, vindos dessas teorias, como pano de fundo para propor as dimensões de análise: inclusão, diversidade e diferença. Os resultados indicam a complexidade do tema e a importância de sua exploração. No caso das IES portuguesas, expressam a condição particular de um compromisso com a internacionalização solidária com as antigas colônias, ao mesmo tempo que o fenômeno contribui com a sustentabilidade das universidades portuguesas e para consolidação de seu prestígio. Em relação aos estudantes, a experiência contribui para o sentimento de pertencimento a um lugar temporário e fluído na sala de aula, onde o estudante estrangeiro constrói novos valores referentes à educação superior. As análises estimularam inferências no campo cultural, acadêmico e político.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Madruga Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com pós-doutorado na UP-Portugal. Atua no Setor de Educação Profissional e Tecnológica SEPT e no PPGE/MP - Teoria e Prática de Ensino da UFPR.
Publicado
2017-05-05
Como Citar
CUNHA, C. Internacionalização acadêmica e/ou inclusão do estudante estrangeiro em Portugal: diversidade e diferença em questão. Revista Espaço Pedagógico, v. 24, n. 1, 5 maio 2017.