Letramentos acadêmicos e sujeitos discursivos: dialogia, alteridade e negociação sobre a escrita

  • Eliane A. Pasquotte-Viera Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Palavras-chave: Letramentos Acadêmicos. Gêneros Acadêmicos. Escrita Acadêmica. Redação Científica. Etnografia Linguística.

Resumo

A partir de um estudo de caso, este artigo propõe reflexões acerca da integração dos sujeitos a práticas letradas acadêmicas, considerando os diálogos ocorridos entre uma mestranda e os professores da banca de exame de qualificação de sua dissertação de mestrado. O objetivo é investigar os modos como a mestranda vai (re)significando práticas acadêmico-científicas de escrita e se re)posicionando como um sujeito discursivo a partir do próprio processo dialógico – e, portanto, de negociação – que ocorre em torno da Introdução de sua dissertação. Como base teórico-metodológica,a perspectiva linguístico-discursiva bakhtiniana alia-se à abordagem etnográfica dos Letramentos Acadêmicos de modo a conceber um estudo de viés etnográfico-linguístico. A metodologia de geração de registros, seleção e aproximação de dados baseia-se no que Lillis (2008) tem concebido como “história do texto”, ou seja, a consideração de dados de diferentes naturezas que estão ao redor do texto e que, somados ao próprio texto, contribuem para a compreensão de práticas acadêmicas de escrita e seu processo de significação para os sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane A. Pasquotte-Viera, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Doutora em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto dos Estudos de Linguagem (IEL-Unicamp). Integrante do Grupo de Pesquisa CNPq, processo 140567/2010-0.
Publicado
2015-07-16
Como Citar
PASQUOTTE-VIERA, E. Letramentos acadêmicos e sujeitos discursivos: dialogia, alteridade e negociação sobre a escrita. Revista Espaço Pedagógico, v. 22, n. 1, 16 jul. 2015.