Cultura histórica e livro didático ideal: algumas contribuições de categorias rüsenianas para um ensino de História à brasileira

  • Itamar Freitas Oliveira Universidade Federal de Sergipe.
  • Margarida Maria Dias de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Cultura histórica. Livro didático. Ensino de História.

Resumo

Este artigo apresenta e problematiza a cultura histórica e o livro didático a partir de algumas obras do historiador Jörn Rüsen, sobretudo o texto O livro didático ideal (2010). Com este, deseja-se contribuir para a discussão em relação ao emprego das referidas categorias, disponibilizadas aos pesquisadores brasileiros do campo do ensino de História, principalmente, em termos de produção e avaliação de livros didáticos, além das demais práticas do ensino de História em sala de aula. Para cumprir tal objetivo, o texto (1) menciona algumas iniciativas de produção de princípios e critérios para a aferição da qualidade do livro didático de História; (2) aborda as ideias de Homem e cultura em Jörn Rüsen e de livro didático de História; (3) relaciona as prescrições do livro didático ideal de Jörn Rüsen e a apresentação de uma didática para a História; e (4) anuncia reflexões referente à possibilidade de uma didática rüseniana à brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Itamar Freitas Oliveira, Universidade Federal de Sergipe.
Doutor em Educação, Professor do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Sergipe.
Margarida Maria Dias de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Doutora em História e Professora do Programa de Pós-Graduação em História e do curso de Licenciatura em História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGH/UFRN).
Publicado
2014-09-23
Como Citar
OLIVEIRA, I.; OLIVEIRA, M. Cultura histórica e livro didático ideal: algumas contribuições de categorias rüsenianas para um ensino de História à brasileira. Revista Espaço Pedagógico, v. 21, n. 2, 23 set. 2014.