Representações gráficas de funções de 1º e 2º graus na 8ª série do ensino fundamental: potencialidades e fragilidades

  • Neiva Ignês Grando Universidade de Passo Fundo
  • Sandra Mara Marasini Universidade de Passo Fundo
Palavras-chave: Ensino fundamental. Funções de 1º e 2º graus. Representações gráficas.

Resumo

Com a finalidade de buscar subsídios para elaborar propostas pedagógicas, desenvolvemos uma pesquisa que trata da educação matemática, com foco no ensino, na aprendizagem e no desenvolvimento do pensamento. Uma das etapas constituiu-se na busca de informações em escolas públicas para responder a uma questão que diz respeito à educação algébrica: como estudantes finalistas do ensino fundamental de oito anos lidam com a representação gráfica de funções de 1º e 2º graus? Estudantes de duas turmas de 8ª série de duas escolas, uma da rede municipal e outra da rede estadual de ensino de Passo Fundo/RS, responderam a um instrumento contendo questões de elaboração de gráficos. O estudo revelou potencialidades e fragilidades do processo de ensino-aprendizagem, denotando dificuldades conceituais e a necessidade de definir princípios que possam contribuir para o desenvolvimento de propostas pedagógicas para a educação matemática que proporcionem a aprendizagem e o desenvolvimento do pensamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neiva Ignês Grando, Universidade de Passo Fundo
Professora doutora do Instituto de Ciências Exatas e Geociências e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Passo Fundo.
Sandra Mara Marasini, Universidade de Passo Fundo
Mestra em Educação, professora do Instituto de Ciências Exatas e Geociências da Faculdade de Educação da Universidade de Passo Fundo.
Publicado
2013-10-04
Como Citar
GRANDO, N.; MARASINI, S. Representações gráficas de funções de 1º e 2º graus na 8ª série do ensino fundamental: potencialidades e fragilidades. Revista Espaço Pedagógico, v. 20, n. 1, 4 out. 2013.