Discursos sobre fragilidade feminina: educação da mulher no Brasil colônia

  • Carmen Lúcia Fornari Diez Uniplac

Resumo

A proposta deste estudo é realizar uma arque-genealogia dos discursos sobre a mulher no Brasil colonial, discursos que elaboraram a imagem de fragilidade feminina como justificativa das práticas que designaram ao “sexo frágil”, historicamente, um lugar subalterno nas relações sociais. O interesse da pesquisa se insere nas temáticas história da educação feminina, gênero, sexualidade e corpo, áreas que, portanto, hoje são indispensáveis para a interlocução da educação com as ciências humanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-04-23
Como Citar
DIEZ, C. L. Discursos sobre fragilidade feminina: educação da mulher no Brasil colônia. Revista Espaço Pedagógico, v. 19, n. 2, 23 abr. 2013.