A avaliação das organizações educativas e a regulação pelo discurso gestionário

  • Dora Maria Ramos Fonseca Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores (CIDTFF) da Universidade de Aveiro (UA, Portugal). https://orcid.org/0000-0003-4408-9716
Palavras-chave: Avaliação organizacional. Discursos. Regulações. Mercado educacional.

Resumo

Os documentos orientadores para a gestão educacional produzidos pelas entidades supranacionais espelham a adoção de um discurso de natureza gestionária com a tónica na comparabilidade e na competitividade e refletem, ainda, a assunção da educação como instrumento ao serviço do mundo económico. Regista-se uma propagação do ideário neoliberal no campo educativo traduzido na expansão das ideias de mercado ou quase-mercado educacional introduzindo na esfera educativa uma mudança discursiva que se traduz em um certo afastamento do discurso democratizante e em uma aproximação ao discurso gestionário. Este artigo tem como centro de análise os processos de avaliação das organizações educativas enquanto mecanismos reguladores da gestão educacional. Importa perceber, a partir dos estudos que temos vindo a desenvolver sobre a temática, de como as construções discursivas presentes nos documentos normativos e nos instrumentos de avaliação contribuem para a forte regulação no sentido da mercantilização da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dora Maria Ramos Fonseca, Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores (CIDTFF) da Universidade de Aveiro (UA, Portugal).
Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Aveiro (UA, Portugal) e pós-doutora em Administração Educacional pela mesma universidade. É docente, com a categoria de Professor-Auxiliar, no Departamento de Educação e Psicologia e investigadora do Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores (CIDTFF) da Universidade de Aveiro (UA, Portugal).
Publicado
2020-02-01
Como Citar
FONSECA, D. A avaliação das organizações educativas e a regulação pelo discurso gestionário. Revista Espaço Pedagógico, v. 27, n. 1, p. 49-64, 1 fev. 2020.