Transversalidade e privatização da educação no México a partir de dois casos

Palavras-chave: Privatização. Educação Básica e Superior. Transversalidade.

Resumo

No presente artigo, problematizamos o tema da privatização da educação. Apontamos que, diferentemente de outros temas socialmente relevantes como a formação de valores, a ética ou a igualdade de gênero, a comercialização dos serviços educativos foi transversal, pois transcendeu áreas, níveis e modalidades educativas. Argumentamos que se trata de um paradoxo, pois, diferentemente de outros assuntos socialmente desejáveis, a ideia de transversalidade no âmbito da privatização foi concretizada, seja como efeito do desejado, ou comoresultado de iniciativas que foram promovidas no passado recente na educação mexicana. Diante de tal propósito, a seguir abordamos inicialmente alguns indicadores sociais e demográficos que constituem marco de referência para a discussão de como foi transversalizada a privatização e, paralalemente, mostramos a estrutura e algumas das características do Sistema Educativo Nacional (SEN); depois, a partir dos tipos de privatização, encoberta e visível, apresentamos dois casos, a título de exemplo, cujos resultados afetam principalmente os setores menos favorecidos da população; por último, indicamos algumas conclusões a propósito de uma agenda de discussão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaime Moreles Vázquez, Universidad de Colima (México)
Doctor en Educación por la Universidad de Guadalajara (México). Atualmente, é profesor-investigador de tiempo completo en Universidad de Colima (México).
Sara Aliria Jiménez García, Universidad de Colima (México)
Doctora en Educación por la Universidad de Guadalajara (México). Profesora Investigadora de la Facultad de Pedagogía de la Universidad de Colima (México).
Publicado
2020-02-01
Como Citar
VÁZQUEZ, J.; GARCÍA, S. Transversalidade e privatização da educação no México a partir de dois casos. Revista Espaço Pedagógico, v. 27, n. 1, p. 30-48, 1 fev. 2020.