[1]
H. Rosário, Émile Benveniste e a dupla significância da língua: a distinção semiótico/semântico, RDes, vol. 14, nº 3, p. 444-456, dez. 2018.