Metamodelos de linguagem e modelos de indução de Milton Erickson: possibilidades de análise para rastreamento de ideologias e crenças

Possibilities for Analysis to Trace Ideologies and Beliefs

  • Fernando Simões Antunes Junior Universidade Feevale
Palavras-chave: Comunicação, Pensamento Sistêmico, Discurso, Metamodelos de LInguagem, Modelos de Indução

Resumo

O presente artigo pretende revisar interfaces entre os Metamodelos de Linguagem, de Bandler e Grinder (2002), e os Modelos de Indução de Milton Erikson, compilados por O´Connor e Seymor (1990), enquanto possibilidades metodológicas para análises discursivas de mensagens de duplo vínculo em materiais midiáticos. Para demonstrar tais interfaces, são analisados fragmentos textuais de uma reportagem jornalísticas veiculada no site do jornal Correio do Povo em 2016. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e de natureza aplicada. Por ter um caráter revisional, usam-se os procedimentos técnicos de revisão bibliográfica e análise documental. Os resultados mostram que tantos os metamodelos quanto os modelos de indução dão pistas ideológicas sobre as construções narrativas das reportagens analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-29
Como Citar
Antunes Junior, F. (2019). Metamodelos de linguagem e modelos de indução de Milton Erickson: possibilidades de análise para rastreamento de ideologias e crenças. Revista Desenredo, 15(3). https://doi.org/10.5335/rdes.v15i3.9634