Ergology and socio-ideological view of communication: toward a base to rethink the organization’s constitution

toward a base to rethink the organization’s constitution

  • Gislene Feiten Haubrich Feevale
  • Ernani Cesar de Freitas Feevale
Palavras-chave: Ergologia, Perspectiva Socioideológica, CCO, Coworking

Resumo

A mundialização e o desenvolvimento tecnológico são vetores que impulsionam mudanças nos modos de interação entre indivíduos, logo implicam na percepção e no engajamento à construção da realidade que os cerca. O contexto organizacional não é isento desses processos e passa a ser evidente diante de diferentes iniciativas dos trabalhadores, como a criação de ambientes laborais compartilhados, colaborativos e não-hierárquicos. Esses apontamentos convergem à problematização: como as organizações passam a ser constituídas sob o enfoque comunicacional? O argumento que orienta busca de resposta à esse questionamento perpassa a imbricação entre as perspectivas ergológica e do Círculo de Bakhtin e encontra no coworking sua base para reflexão. O artigo se constitui de quatro blocos, a começar pela inter-relação entre as concepções de atividade laboral e de interação verbal, como suporte para o entendimento do processo comunicacional constitutivo das organizações. Por fim, vislumbra-se o coworking como horizonte para tal proposição investigativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-29
Como Citar
Feiten Haubrich, G., & Freitas, E. (2019). Ergology and socio-ideological view of communication: toward a base to rethink the organization’s constitution. Revista Desenredo, 15(3). https://doi.org/10.5335/rdes.v15i3.9631