Sobre a definição de dêixis a partir de "A natureza dos pronomes"

  • Alena Ciulla
Palavras-chave: Referência, dêixis, enunciação, filosofia da linguagem

Resumo

Neste artigo, apresento uma reflexão sobre o texto de Émile Benveniste, intitulado A natureza dos pronomes, publicado em Problemas de Linguística Geral I – texto citado reiteradamente na literatura, quando se trata de definir a dêixis. Contudo, classificações diferentes e quase sempre inconsistentes – ou no mínimo ambíguas – são apresentadas para tipos dêiticos com base nesta definição, supostamente amparada na obra de Benveniste. O intuito aqui não é o de fazer uma revisão das tipologias dêiticas na literatura, mas, neste momento, apenas o de retornar ao texto fundamental do autor e salientar aquilo que nele parece ser o mais importante: não a dêixis e seu traço de ostensão, mas a sua característica de auto-referência como fenômeno essencial à linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alena Ciulla
Doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará. Professora adjunta do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas e do Programa de Pós-graduação em Letras, no Instituto de Letras da UFRGS, na linha de pesquisa Estudos do Texto e do Discurso.
Publicado
2018-10-01
Como Citar
Ciulla, A. (2018). Sobre a definição de dêixis a partir de "A natureza dos pronomes". Revista Desenredo, 14(3), 364-379. https://doi.org/10.5335/rdes.v14i3.8581