Perfil leitor de docentes e discentes: formação de profissionais para a educação infantil e anos iniciais

  • Tania Mariza Kuchenbecker Rösing UPF/URI
  • Maria Augusta D’Arienzo UPF

Resumo

Este artigo objetiva apresentar resultados de investigação realizada com docentes e discentes de escola estadual com ensino médio curso normal sobre desenvolvimento de suas identidades leitoras. A preocupação com esse universo se justifica pelo fato de os docentes prepararem os discentes como futuros professores de crianças da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental, desencadeando o processo de formação do leitor entre os pequenos aprendizes. Os dados foram produzidos a partir de questionários aplicados aos sujeitos referidos sobre preferências de leitura, espaços de leitura, tempos de leitura, aspectos valorizados no ato de ler, influências recebidas nesse processo, hábitos de leitura, interesses de leitura e por manifestações culturais. Sustentaram o estudo contribuições de Chartier (1996, 2014), Zilberman (2012), Silva (2009, 2016), Santaella (2004, 2013) no estabelecimento do conceito de leitura, de formação leitora, de práticas leitoras e de novos modos de ler. Contextualizou-se o estudo no espaço da escola selecionada que mantém um projeto de leitura diária, envolvendo todos os segmentos. Constatou-se a participação efetiva dos sujeitos pesquisados no projeto citado, com efeitos em seus hábitos de leitura. Também, o reconhecimento do potencial do suporte digital como promotor de leituras, embora os sujeitos participantes somente o utilizem para comunicação por meio do acesso prioritário às redes sociais. Entre as novas atitudes de leitura, observa-se, no contexto pesquisado, a preferência por textos impressos, demonstrando a influência significativa da política implementada por essa escola no desenvolvimento da leitura entre seus atores – professores, estudantes e funcionários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tania Mariza Kuchenbecker Rösing, UPF/URI
Doutora em Letras pela PUC/RS. Pós-doutora em Educação pela Universidade de Extremadura, Badajoz/Espanha. Pesquisadora produtividade CNPq. Professora dos Programas de Pós-graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo e da Universidade Regional Integrada-Frederico Westphalen.
Maria Augusta D’Arienzo, UPF
Mestre em Educação pela Universidade de Passo Fundo. Professora nas redes públicas municipal e estadual de ensino em Passo Fundo/RS.
Publicado
2017-10-19
Como Citar
Rösing, T., & D’Arienzo, M. A. (2017). Perfil leitor de docentes e discentes: formação de profissionais para a educação infantil e anos iniciais. Revista Desenredo, 13(2). https://doi.org/10.5335/rdes.v13i2.7300
Seção
Artigos