Práticas discursivas e manifestações culturais: cenografia e ethos na constituição identitária da mulher na imigração italiana em Nova Prata

Iverton Gessé Ribeiro Gonçalves, Ernani Cesar de Freitas

Resumo


Este trabalho analisa a constituição da identidade da mulher nas práticas discursivas da imigração italiana em Nova Prata - RS através da composição da cenografia e do ethos discursivo. A investigação parte das concepções de Maingueneau (2002, 2008a, 2008b, 2008c) em relação à semântica global, à cenografia e ao ethos discursivo. Os estudos das manifestações culturais e da identidade em Hall (2011, 2013), Bauman (2005), Bourdieu (1989), De Certeau (1995) e Geertz (2008) complementam o aporte teórico em interface. O corpus de pesquisa é composto por alguns recortes do vídeo-documentário Mulheres e Memórias, e que dialogam com outras materialidades discursivas da imigração italiana nessa região. Este trabalho caracteriza-se como descritivo, bibliográfico e documental, de abordagem qualitativa. No fio do discurso da imigração italiana surge um enunciador envaidecido pelo seu trabalho e sua ligação quase materna com a terra mediante cenografias que legitimam sentidos cristalizados pela memória discursiva, relativos à família, à religiosidade e ao cultivo da terra.

Palavras-chave


Práticas discursivas. Manifestações culturais. Identidade. Cenografia. Ethos discursivo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rdes.v13i1.6750