As determinações da prática discursiva da escrita

  • Freda Indursky Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Determinações históricas e sociais, interpretação, língua, memória e esquecimento, materialidade linguístico-discursiva.

Resumo

O presente artigo propõe uma reflexão sobre a prática discursiva da escrita à luz do dispositivo teórico da Análise do Discurso, levando em consideração que a escrita, neste quadro teórico, é a prática de um sujeito atravessado pelo inconsciente e afetado pela ideologia, por um lado e, por outro, ela se produz a partir da retomada de saberes inscritos no interdiscurso pelo trabalho entrecruzado da interpretação, da memória e do esquecimento. Essa é a moldura teórica que estabelece as condições para levantar e examinar os elementos que determinam essa prática discursiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Freda Indursky, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Estudos da Linguagem (UNICAMP) Professora do PPG-Letras - UFRGS Atuação em Análise do Discurso
Publicado
2016-09-22
Como Citar
Indursky, F. (2016). As determinações da prática discursiva da escrita. Revista Desenredo, 12(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/5954
Seção
Artigos