Práticas identitárias de constituição dos sujeitos via processos discursivos: a relação entre subjetividades e alteridades

  • Vera Lúcia Pires UFSM/UCPel
  • Valéria Brisolara UniRitter
Palavras-chave: Identidade, Subjetividade, Alteridade, Comunicação Midiática

Resumo

A construção de identidades e de subjetividades passa, inevitavelmente, por práticas de significação. Por serem construções discursivas, exemplos ligados aos gêneros midiáticos, tais como peças publicitárias, carregam indicadores de identidade, bem como de alteridade, em um permanente movimento dialético de tensão. O objetivo deste texto é discutir o conceito de construções identitárias, em sua relação entre subjetividades e alteridades e aplicá-lo à análise de comunicações midiáticas. Assim, verificaremos tanto os índices de subjetividade como os de alteridade, expressos nessas comunicações. Para tanto, seguimos a proposta metodológica de análise dialógica bakhtiniana, que abrange as duas esferas da enunciação, a dimensão social e a verbal. Na dimensão social, consideramos o sujeito como histórico e social, levando em conta os participantes do gênero discursivo, e o contexto no qual ele se desenvolve. Com relação à esfera verbal, entendemos a análise discursiva propriamente dita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lúcia Pires, UFSM/UCPel
Doutora em Letras pela PUCRS
Valéria Brisolara, UniRitter
Doutora em Letras pela UFRGS
Publicado
2016-09-22
Como Citar
Pires, V., & Brisolara, V. (2016). Práticas identitárias de constituição dos sujeitos via processos discursivos: a relação entre subjetividades e alteridades. Revista Desenredo, 12(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/5850
Seção
Artigos