A cena, o olhar: Orfeu e Eurídice em H.D., Rilke, Tsvetáieva, Bachmann e Miłosz

  • Olga Kempinska
Palavras-chave: Alteridade. Gênero. Subjetividade. Eurídice. Orfeu.

Resumo

Tomando como o ponto de partida a incerteza quanto à motivação do olhar de Orfeu pousado sobre Eurídice, o artigo se debruça sobre diversas interpretações do mito nos poemas de H.D., Rilke, Tsvetáieva, Bachmann e Miłosz. Objeto de leituras bastante divergentes ao longo do século XX, a cena do fatal gesto de Orfeu mostra-se bastante estimulante enquanto uma oportunidade de se discutir as complexas relações entre a subjetividade e a alteridade, sobretudo no que tange a seus envolvimentos nos problemas de gênero e de casal. A reflexão acerca de diferentes posicionamentos discursivos, de diferentes encenações do vínculo afetivo entre o sujeito e o outro, e de diferentes formas de partilha da própria “cena”, permite, de fato, contemplar visões muito divergentes da relação entre os gêneros, ou seja, da articulação da diferença entre o “masculino” e o “feminino”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olga Kempinska
Possui graduação em Filologia Românica - Uniwersytet Jagiellonski (1999), mestrado em Filologia Românica - Uniwersytet Jagiellonski (2001) e doutorado em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2008). Desde 2010 é professora adjunta 40h DE de Teoria da Literatura da Universidade Federal Fluminense (Departamento de Ciências da Linguagem). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria da Literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: estética da recepção, relação entre mímesis, emoções e corpo, e poéticas do multilinguismo. Junto com Maxime Rovère (PUC-Rio) dirige o grupo de pesquisa Estéticas do deslocamento que tem como finalidade promover a discussão interinstitucional e interdisciplinar acerca das experiências artísticas marcadas pela desterritorialização e pelo translinguismo.
Publicado
2016-09-22
Como Citar
Kempinska, O. (2016). A cena, o olhar: Orfeu e Eurídice em H.D., Rilke, Tsvetáieva, Bachmann e Miłosz. Revista Desenredo, 12(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/5783
Seção
Artigos