Transposição didática de gêneros discursivos: algumas reflexões

  • Tânia Marins de Azevedo
Palavras-chave: Ensino de língua. Gêneros discursivos. Transposição didática.

Resumo

Com o objetivo de alimentar a discussão acerca do ensino do uso da língua materna, pretendo neste artigo tecer algumas considerações teórico-metodológicas sobre o ensino de gêneros discursivos. Sob a égide de “nova perspectiva de ensino de língua”, a proposta de análise e produção de gêneros discursivos, orais e escritos, tem sido objeto de inúmeras reflexões, propostas didático-metodológicas e práticas docentes, desde as mais pertinentes até as, no mínimo, discutíveis. Nesse contexto, e desde o ponto de vista de quem atua também com a supervisão de estágio da licenciatura em letras, penso ser necessária e premente uma análise, no âmbito da leitura e da produção de gêneros discursivos, de algumas formas de transposição didática e de sua efetivação no contexto escolar à luz de alguns dos principais pressupostos teórico-metodológicos que fundamentam a perspectiva enunciativa dos estudos da linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-05-24
Como Citar
de Azevedo, T. (2011). Transposição didática de gêneros discursivos: algumas reflexões. Revista Desenredo, 6(2). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/1716
Seção
Artigos