Repertório sociocultural e gênero dissertativo-argumentativo na redação do ENEM e na dissertação de francês do BAC

  • Daniela Nienkötter Sardá Universidade de São Paulo
  • Vanessa Fonseca Barbosa Universidade de São Paulo
Palavras-chave: análise do discurso comparativa, abordagem dialógica do discurso, ENEM, baccalauréat

Resumo

Ao concluírem a Educação Básica, alunos do Brasil e da França são solicitados a escrever textos do gênero dissertativo-argumentativo no ENEM e no baccalauréat (BAC) respectivamente. O objetivo do artigo é comparar o gênero redação/dissertação escolar tal como ele é praticado nos exames oficiais no Brasil e na França, a fim de melhor compreender as especificidades do trabalho com o gênero dissertativo-argumentativo nas línguas-culturas brasileira e francesa. Para tanto, analisaremos textos oficiais do Ministério da Educação de cada país e trechos de cinco redações nota mil do ENEM e de cinco dissertações autênticas publicadas na França. O trabalho baseia-se na inter-relação entre princípios epistemológicos da abordagem dialógica do discurso (ADD) e na análise de discursos comparativa, de origem francesa e estudada pelos membros do laboratório CLESTHIA-CEDISCOR. No Brasil, o grupo de pesquisa Diálogo (CNPq/USP) tem buscado aproximar os saberes de ambas as vertentes mencionadas, tal como realizado neste estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-06-19
Como Citar
Nienkötter Sardá, D., & Fonseca Barbosa, V. (2021). Repertório sociocultural e gênero dissertativo-argumentativo na redação do ENEM e na dissertação de francês do BAC. Revista Desenredo, 17(2). https://doi.org/10.5335/rdes.v17i2.12619