A memória e o espaço ficcional em Os que bebem como os cães, de Assis Brasil

  • Ederson Dias de Carvalho Universidade Estadual do Piauí - UESPI
  • Margareth Torres de Alencar Costa Universidade Estadual do Piauí - UESPI
Palavras-chave: Espaço ficcional, Memória, Os que bebem como os cães

Resumo

RESUMO A presente pesquisa objetiva analisar a ligação existente entre memória e espaço ficcional, considerando a obra Os que bebem como os cães, do escritor piauiense Assis Brasil. É sabido que o texto literário recorre muitas vezes à memória e ao espaço para a construção dos seus enredos. Diante desse fato, é importante que o leitor perceba que essa recorrência não se dá de forma despretensiosa por parte do autor, ou seja, há sempre um bom motivo, explícito ou não, para a presença desses elementos dentro da obra. Assim, esses aspectos caracterizados do espaço devem ser cuidadosamente considerados ao se deparar com o texto ficcional, pois, do contrário, eles poderão se apresentar como elementos limitadores no que se refere à realização de uma competente análise literária. Não obstante, tais elementos espaciais funcionam em vários momentos da citada obra como gatilhos que acionam o surgimento de imagens advindas da memória. PALAVRAS - CHAVE: Espaço ficcional; Memória; Os que bebem como os cães

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ederson Dias de Carvalho, Universidade Estadual do Piauí - UESPI
Mestrando do Programa Mestrado em Letras da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Especialista em Língua Portuguesa/Arte Educação pela Universidade Regional do Cariri (URCA), Especialista em Literatura Brasileira (URCA), Especialista em Educação a Distância (UESPI), Graduado em Letras/Português (UESPI). Atualmente é professor/tutor do Centro de Educação a Distância (CEAD) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no Brasil. Pesquisa sobre O espaço ficcional na obra Os que bebem como os cães, de Assis Brasil. E-mail: edersonstar@hotmail.com
Margareth Torres de Alencar Costa, Universidade Estadual do Piauí - UESPI
Doutora em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2013), mestra em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2002), graduada em Licenciatura Plena em Inglês pela Universidade Federal do Piauí (1992), graduada em Letras pela Universidade Federal do Piaui (1988), Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal do Piaui (1992), graduada em Licenciatura Plena em Letras-Espanhol pela Universidade Estadual do Piauí (2012). Atualmente é professora do Mestrado em Letras da Universidade Estadual do Piauí - UESPI e professora do Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGEL da Universidade Federal do Piauí, no Brasil. Além disso, é Coordenadora do Programa Institucional LIFE- CCHL-UESPI.
Publicado
2020-04-28
Como Citar
Carvalho, E., & Costa, M. (2020). A memória e o espaço ficcional em Os que bebem como os cães, de Assis Brasil. Revista Desenredo, 16(2). https://doi.org/10.5335/rdes.v16i2.10741