Ana Hatherly e um redimensionamento de postura lírica

  • Claudia Mentz Martins FURG
Palavras-chave: Ana Hatherly, Poética, Modernidade, Criatividade, Originalidade

Resumo

Ana Hatherly é uma poeta portuguesa que estabelece uma (re)visão na poética lusa, enquanto artífice de um experimentalismo que ordena e reordena uma constante evolução de sua própria obra. Nossa proposta, neste texto, é a de olhar parte de sua poética presente em O cisne intacto sob a ótica do homem contemporâneo, o qual assume o papel de leitor em processo de descobrimento de sua produção. As sucessivas reflexões, implícitas no fazer artístico da autora, são também objetivo de nosso próprio pensar e que encontra embasamento sobretudo em Octavio Paz, em O Arco e a Lira, e Gillo Dorfles, em Elogio da Desarmonia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-05
Como Citar
Martins, C. (2020). Ana Hatherly e um redimensionamento de postura lírica. Revista Desenredo, 16(2). https://doi.org/10.5335/rdes.v16i2.10384