O ensino de cálculo diferencial e integral sob a óptica da teoria dos campos conceituais

  • Tailon Thiele Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.
  • Eliane Miotto Kamphorst Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.
  • Carmo Henrique Kamphorst Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.
Palavras-chave: Campos Conceituais, Ensino, Cálculo Diferencial e Integral

Resumo

A Teoria dos Campos Conceituais é uma teoria psicológica, fruto de um estudo realizado por Gèrard Vergnaud, embasado nas ideias de Piaget e Vigotsky. Esta pesquisa tem como objetivos o entendimento dessa teoria, além da contextualização com o ensino de Cálculo Diferencial e Integral. A partir de uma pesquisa bibliográfica, foram descritos os principais pontos da teoria dos Campos Conceituais, com destaque para o tripleto (S, I, R), o qual representa as situações, os invariantes operatórios e as representações, respectivamente. A compreensão desses elementos, de acordo com a teoria de Vergnaud, é imprescindível para que o docente possa entender os processos cognitivos dos aprendizes e, consequentemente, intervir na aprendizagem. Quanto ao ensino do Cálculo Diferencial e Integral, é possível perceber que os invariantes operatórios têm importância singular na aprendizagem dos conceitos. Assim, o docente precisa propor aos discentes situações que elucidem de maneira correta e coerente os conceitos. De maneira geral, foi possível compreender a teoria dos Campos Conceituais e construir um embasamento que pode contribuir com a amenização das dificuldades na aprendizagem do Cálculo, além de possibilitar a continuidade dos estudos nesse viés.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-17
Como Citar
Thiele, T., Miotto Kamphorst, E., & Kamphorst, C. (2018). O ensino de cálculo diferencial e integral sob a óptica da teoria dos campos conceituais. Revista Brasileira De Ensino De Ciências E Matemática, 1(2), 119-129. https://doi.org/10.5335/rbecm.v1i2.8976