Contribuições das disciplinas experimentais da Licenciatura em Física para a formação dos saberes docente

Palavras-chave: Ensino de Física, Formação de professores, Física Experimental, Saberes docente

Resumo

As pesquisas apontam lacunas na formação inicial de professores, principalmente, devido a separação entre os saberes disciplinares e os saberes pedagógicos.  Também mostram que as aulas de laboratório estão associadas a roteiros fechados e centradas no modelo aplicacionista, priorizando os conhecimentos específicos da Física e o método científico, em detrimento de uma formação pedagógica adequada para a sua utilização no Ensino Médio, ignorando seu potencial mediador para a Transposição Didática dos saberes. Este trabalho apresenta resultados de uma pesquisa desenvolvida com o objetivo de avaliar as contribuições das disciplinas de Física Experimental das Licenciaturas em Física para a construção dos saberes docentes, a partir dos conceitos de saberes propostos por Tardif e da Transposição Didática na visão de Chevallard. A metodologia de pesquisa foi o estudo de caso qualitativo, referenciado em Stake. Como instrumento para coleta de dados foram utilizados questionários, aplicados online para 65 professores de todo o Brasil, e entrevistas semiestruturas, aplicadas para 16 professores formados nas universidades do Rio Grande do Sul que apresentam Licenciatura e Bacharelado. A pesquisa mostrou a necessidade de uma atualização das disciplinas de Física Experimental da Licenciatura em Física, a fim de que contribuam mais significativamente para a formação dos professores que atuam no Ensino Médio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelson Luiz Reyes Marques, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSul)
Possui Licenciatura em Ciências pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (1984), Licenciatura em Ciências Habilitação em Física pela Universidade Católica de Pelotas (1991), Mestrado em Ensino de Física pela UFRGS (2009) e Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática (2020).
Gilberto Orengo, Universidade Franciscana (UFN)
Possui graduação em Física Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria (1989), mestrado em Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1997) e doutorado em Engenharia Mecânica (Engenharia Nuclear) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente é professor adjunto da Universidade Franciscana.
Publicado
2021-03-03
Como Citar
MARQUES, N. L.; ORENGO, G. Contribuições das disciplinas experimentais da Licenciatura em Física para a formação dos saberes docente. Revista Brasileira de Ensino de Ciências e Matemática, v. 4, n. 1, 3 mar. 2021.