O trabalho dos professores de Ciências e Biologia dos colégios estaduais de Tibagi-PR: precarização e naturalização

  • Elisângela Aparecida Ferreira de Lima
  • Rodrigo Diego de Souza Universidade de Brasília
Palavras-chave: Educação em Ciências, Ensino de Biologia, Professores de Biologia, Trabalho

Resumo

O estudo sobre as condições de trabalho dos Professores é fundamental para pensar criticamente a Prática Pedagógica na Educação em Ciências e Biologia, nessa direção, o objetivo desta pesquisa consistiu em analisar as características e perspectivas dos docentes sobre o trabalho dos professores de Ciências e Biologia de Tibagi-PR nas especificidades e na singularidade desta cidade paranaense. Para tanto, fez-se um estudo teórico e de campo empírico com sete professores que atuam nos quatro Colégios Públicos Estaduais, localizados nas Zonas Urbana e Rural do município. Os dados foram analisados qualitativamente, em que se constatou: 1) a necessidade da democratização da Educação e do acesso à Educação; (2) a naturalização da precarização das condições objetivas do trabalho dos professores em questão; (3) a garantia de políticas de valorização e manutenção dos professores nas cidades interioranas e nas zonas rurais, pois a maioria dos professores estão próximos da aposentadoria e são poucos os novos professores atuantes nos colégios da região em estudo; (4) a culpabilização apenas dos alunos como desinteressados pelas aulas em detrimento de uma visão mais ampla de todas as condições estruturais que permeiam os processos educativos no Ensino de Ciências e Biologia. Neste artigo estão as análises iniciais desta pesquisa, considerando-se que o estudo terá continuidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-04-01
Como Citar
Lima, E., & Souza, R. (2020). O trabalho dos professores de Ciências e Biologia dos colégios estaduais de Tibagi-PR: precarização e naturalização. Revista Brasileira De Ensino De Ciências E Matemática, 3(1). https://doi.org/10.5335/rbecm.v3i1.10512