3, 2, 1 gravando! e agora? simulação de aula no processo de formação inicial de professores de Química

  • Aléxia Birck Fröhlich Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Fabiane de Andrade Leite
Palavras-chave: Experiência docente, Formação inicial, Prática de Ensino

Resumo

As práticas de ensino são componentes curriculares obrigatórios nos cursos de licenciatura no Brasil e têm sido objeto de estudo no decorrer dos últimos anos, em que se busca qualificar os processos de formação de professores. Tendo como objetivo investigar as contribuições de uma metodologia diferenciada realizada em aulas de práticas de ensino, desenvolvida em um curso de licenciatura em Química de uma universidade pública, realizou-se este estudo, que apresenta as possibilidades formativas de uma atividade de simulação de aula. A atividade de simulação teve como intenção proporcionar, aos futuros professores, experiências reais da vivência em sala de aula antes da realização do estágio curricular e, ainda, a compreensão dos desafios e possibilidades do planejamento de ensino e da execução em sala de aula. Por meio do relato de uma licencianda, participante da atividade, em seu diário de bordo, um instrumento utilizado como registro de reflexão pessoal, identificou-se o desenvolvimento de entendimentos acerca das características reais da sala de aula, tais como tempo de aula, interação professor-aluno e a vivência de situações inesperadas de ensino. Destaca-se que a experiência vivenciada, por meio do processo de simulação de aula, qualificou o processo formativo por meio do desenvolvimento de saberes experienciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-04-01
Como Citar
Birck Fröhlich, A., & de Andrade Leite, F. (2020). 3, 2, 1 gravando! e agora? simulação de aula no processo de formação inicial de professores de Química. Revista Brasileira De Ensino De Ciências E Matemática, 3(1). https://doi.org/10.5335/rbecm.v3i1.10309