[1]
T. Razeira e M. Gottlieb, “ALZHEIMER, SEXUALIDADE E INSTITUCIONALIZAÇÃO: UMA REVISÃO INTEGRATIV”A, RBCEH, vol. 16, nº 2, p. 61, nov. 2019.