Envelhecer nas perspectivas sobre tempo, experiência e consciência de classe em Edward Palmer Thompson e Antônio Gramsci

Elaine Lima Silva, Juceli Aparecida Silva

Resumo


O artigo trata sobre as questões do envelhecimento humano sob a perspectiva dos conceitos de “tempo”, “consciência de classe” e “experiência” em Edward Palmer Thompson e Antônio Gramsci, em diálogo com outros autores. A partir da revisão narrativa da literatura, concluiu-se que o envelhecimento não pode ser definido como algo homogêneo, linear ou reduzido a certo “economismo”. Com base nas particularidades e sutilezas dos costumes dos povos
durante o processo de industrialização na Inglaterra no século XVIII e no movimento dos aposentados no Brasil na década de 1990, pode-se observar como o conceito de envelhecimento e o lugar das pessoas idosas e/ou aposentadas foram gradativamente se alterando e modificando a partir de mudanças nas concepções de tempo, experiência e consciência de classe.

Palavras-chave


Consciência de classe. Envelhecimento. Experiência. Tempo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5335/rbceh.v14i2.6092