IDOSOS CONVIVENDO COM O TRATAMENTO HEMODIALÍTICO NA PERSPECTIVA DA COMPLEXIDADE

  • Fernanda Rosa de Oliveira Pires
  • Bianca Dacoregio Martins
  • Giordanna Nayara Chagas e Silva
  • Danieley Cristini de Lucca
  • Fernanda Cegan Gribner
  • Suzana Rosa
  • Karina t Silveira de Almeida Hammerschmid
Palavras-chave: Idoso, Diálise Renal, Mudança, Comportamento, Adaptação Psicológica

Resumo

Introdução: O aumento da população idosa e das doenças crônicas não transmissíveis têm se tornado mais prevalentes, com destaque para a Hipertensão e o Diabetes Mellitus, principais responsáveis pela origem da Doença Renal Crônica (DRC). Os idosos que vivenciam a hemodiálise passam por mudanças de hábitos em seus cotidianos que podem influenciar em sua percepção sobre a essência da vida. Objetivo: Compreender as mudanças de hábitos de vida dos idosos com doença renal crônica em tratamento hemodialítico. Método: Pesquisa qualitativa com referencial metodológico da Teoria Fundamentada nos Dados. A coleta de dados ocorreu por entrevista semiestruturada com total de 20 idosos. A análise de dados se deu por meio da codificação inicial, focalizada e categorização. O estudo teve aprovação do comitê de ética. Resultados: A categoria central: “Convivendo com o tratamento” e suas subcategorias: I) Vivenciando a dualidade; II) Despertando para as mudanças de hábitos de vida demonstram através dos eixos temáticos: dificuldades vivenciadas, despertar para o melhor, alterações dos hábitos de vida,  apego a crenças e  apoio da família a complexa inter-relação dos idosos frente às mudanças decorrentes do tratamento hemodialítico. Conclusão: Os idosos desenvolvem a auto-eco-organização diante de seus processos de mudança de hábitos apesar das dificuldades enfrentadas no tratamento. Deste modo, o equilíbrio é a peça chave para a vida dos idosos em tratamento hemodialítico. O processo de mudança de hábitos torna-se real diante de situação limite de saúde/doença; deve ser analisado no contexto ecossistêmico de saúde, envolvendo a idoso, família, rede de apoio e profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-05
Como Citar
Rosa de Oliveira Pires, F., Dacoregio Martins, B., Chagas e Silva, G., Cristini de Lucca, D., Cegan Gribner, F., Rosa, S., & Silveira de Almeida Hammerschmid, K. t. (2020). IDOSOS CONVIVENDO COM O TRATAMENTO HEMODIALÍTICO NA PERSPECTIVA DA COMPLEXIDADE. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 17(2). https://doi.org/10.5335/rbceh.v17i2.12052
Seção
Artigos Originais