IMPACTOS DA PANDEMIA DA COVID-19 EM PESSOAS COM DOENÇA DE PARKINSON ACOMPANHADAS POR TELEMONITORAMENTO

  • Carlos Renê Silva Miranda Filho
  • Luis Felipe Pohlmann Tabarelli
  • João Marcelo Duarte Ribeiro Sobrinho
  • David Duarte Timponi França
  • Amdore Guescel C Asano
  • Maria das Graça Wanderley de Sales Coriolano
  • Nadja Maria Jorge Asano
Palavras-chave: Doença de Parkinson, Infecções por coronavirus, Telemonitoramento, Isolamento social

Resumo

Introdução: Durante a pandemia da COVID-19 foram adotadas medidas de isolamento social, para reduzir o contágio pelo novo coronavírus. Essas determinações dificultaram o acesso a cuidados médicos, exercícios e terapias, necessários para pessoas com Doença de Parkinson (DP). Objetivos: Esse trabalho busca entender como a pandemia e o isolamento social podem influenciar a sintomatologia da DP e as dificuldades enfrentadas pelos pacientes. Métodos: Pessoas com DP cadastradas no Programa Pró-Parkinson da Universidade Federal de Pernambuco foram convidadas por telefone para o telemonitoramento. Foram realizadas entrevistas, de 01/07/2020 a 25/08/2020. Na avaliação das barreiras na realização de atividades de vida diária foi aplicado MDS-UPDRS parte II: Aspectos Motores de Experiências da Vida Diária (M-EVD). Resultados: Foram acompanhadas 31 pacientes, com idade média de 67 anos. 64,5% dos indivíduos relataram piora dos sintomas, entre esses 40% apresentaram dificuldades de adesão ao tratamento farmacológico. Foi constatado que 90,3% apresentaram, como uma barreira importante, o acesso à fisioterapia durante a pandemia. Piora da marcha (67,7%), ou fala (61,3%) e dificuldade na execução de tarefas cotidianas foram as atividades de maior desconforto durante isolamento. Conclusão: Através do telemonitoramento observou-se que a pandemia da Covid-19 afetou significativamente a sintomatologia e o manejo clínico das pessoas com DP, ao distanciá-las dos serviços médicos e terapêuticos. Além disso, estresse e ansiedade durante o isolamento possivelmente contribuíram para a piora dos sintomas motores e não motores da doença. O telemonitoramento teve importante contribuição para o acompanhamento durante o isolamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-05
Como Citar
Renê Silva Miranda Filho, C., Pohlmann Tabarelli, L. F., Duarte Ribeiro Sobrinho, J., Duarte Timponi França, D., Guescel C Asano, A., Wanderley de Sales Coriolano, M. das G., & Jorge Asano, N. (2020). IMPACTOS DA PANDEMIA DA COVID-19 EM PESSOAS COM DOENÇA DE PARKINSON ACOMPANHADAS POR TELEMONITORAMENTO. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 17(2). https://doi.org/10.5335/rbceh.v17i2.12025
Seção
Artigos Originais