FATORES ASSOCIADOS À MULTIMORBIDADE DE IDOSOS INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE ENSINO DO PARANÁ

  • Pamela Tainá Licoviski UEPG
  • Dreli Gonçalves UEPG
  • Cloris Regina Blanski Grden UEPG
  • Luciane Patrícia Andreani Cabral UEPG
  • Melina Lopes Lima UEPG
  • Danielle Bordin UEPG
Palavras-chave: Morbidade, Internação Hospitalar, Fatores de Risco, Idosos, Doenças Não Transmissíveis

Resumo

Introdução: O envelhecimento ocasiona diversas alterações ao corpo humano, gerando vulnerabilidade, como diminuição da capacidade funcional e incidência de doenças, como as crônicas não transmissíveis. Objetivo: Analisar prevalência e os fatores associados à multimorbidade de idosos internados em um hospital de ensino, segundo características sociodemográficas, estilo de vida e utilização de serviços na rede de atenção à saúde. Métodos: É um estudo transversal, qualitativo, analítico. A amostra foi composta por 144 idosos, que foram internados em um hospital universitário paranaense. Os dados foram coletados 30 dias pós alta hospitalar, via telefone. A variável dependente foi ocorrência de multimorbidade e as independentes características sociodemográficas, estilo de vida e utilização de serviços de saúde hospitalares. Realizou-se análise de regressão logística.  Resultados: Verificou-se que 55% dos idosos investigados apresentaram multimorbidade. Apresentaram maiores chances de dispor de multimorbidades idosos com baixa escolaridade (OR=16,29), de cor não branca (OR=2,34), que ficaram internados por um período de 4 a 7 dias (OR=6,91) e mais de 7 dias (OR=3,03), que necessitaram de consulta de retorno pós alta hospitalar (OR=18,99) e que, no domicílio, precisaram de ajuda de alguém para seguir as recomendações médicas (OR=3,16). Conclusão: Identificou alta prevalência de multimorbidade e importantes fatores associados a multimorbidades em idosos internados, com destaque para escolaridade; cor; tempo de internação; agendamento de retorno ao hospital no pós alta e necessidade de ajuda de alguém (familiar/cuidador), no pós alta. É fundamental a atenção com idosos internados visando sua independência funcional para que possam prevenir o aparecimento de novos agravos em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-05
Como Citar
Licoviski, P., Gonçalves, D., Blanski Grden, C., Andreani Cabral, L., Lopes Lima, M., & Bordin, D. (2020). FATORES ASSOCIADOS À MULTIMORBIDADE DE IDOSOS INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE ENSINO DO PARANÁ. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 17(2). https://doi.org/10.5335/rbceh.v17i2.11928