FATORES ASSOCIADOS À MOBILIDADE EM IDOSOS INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE ENSINO

  • Taís Ivastcheschen
  • Roberta Loren Nozuma de Carvalho Somaya
  • Clóris Regina Blanski Grden
  • Luciane Patrícia Andreani Cabral
  • Péricles Martin Reche
  • Danielle Bordin
Palavras-chave: Limitação da Mobilidade, Idoso, Hospitalização, Fatores de Risco, Enfermagem Geriátrica

Resumo

Introdução: O declínio da mobilidade em idosos mostra-se como um importante preditor de saúde e qualidade de vida. Considerada um problema de saúde pública contribui significativamente para o aumento de morbidade e mortalidade nesse segmento etário. Objetivo: Analisar a prevalência e fatores associados à mobilidade em idosos internados. Métodos: Pesquisa observacional, transversal, desenvolvida com 335 idosos internados em um hospital de ensino. A coleta foi realizada por meio de questionário e exame físico. Os resultados foram analisados pelo teste qui-quadrado. A pesquisa teve parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisas com seres humanos, CAAE nº 66782217.9.0000.5689. Resultados: Houve predomínio do sexo masculino (54,0%), idade entre 60-70 anos (45,6%), casados (47,7%), com baixa escolaridade (43,5%). Entre os participantes 63% dos idosos apresentaram-se restritos ao leito. A mobilidade mostrou-se associada à faixa etária (p=0,000), escolaridade (p=0,000), presença de doença crônica (p=0,004), multimorbidade (p=0,000), setor de internamento (p=0,000), tempo de internação (p=0,001), uso e quantidade de dispositivos médicos (p=0,000). Idosos restritos ao leito apresentaram maior prevalência e risco de desenvolver lesão por pressão (p=0,000), lesão por fricção (p=0,003), dermatite associada à incontinência (p=0,002) e lesão por dispositivo médico (p=0,020). Conclusão: Constatou-se alta prevalência de idosos internados com mobilidade restrita ao leito, bem como importantes fatores associados. Destaca-se a importância da equipe multiprofissional realizar avaliação e monitoramento dos idosos, especialmente aqueles que apresentam potencial risco, bem como a realização de cuidados preventivos e de reabilitação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-03
Como Citar
Ivastcheschen, T., Somaya, R., Grden, C. R., Cabral, L. P., Reche, P., & Bordin, D. (2020). FATORES ASSOCIADOS À MOBILIDADE EM IDOSOS INTERNADOS EM UM HOSPITAL DE ENSINO. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 17(2). https://doi.org/10.5335/rbceh.v17i2.11915
Seção
Artigos Originais