SUICÍDIO EM LONGEVOS NO RS: DADOS DO DATASUS 2017

  • Ilva Inês Rigo PUCRS
  • Ana Paula Tiecker PUCRS
  • Marlon Cássio Pereira Grigol PUCRS
  • Ângelo José Gonçalves Bós PUCRS
Palavras-chave: x

Resumo

A taxa de suicídio em idosos é o dobro do que acontece nas outras faixas etárias.1;2 Entre as causas de suicídio, em idosos jovens estão doenças psiquiátricas3 e questões sociais4. Entretanto, pouco se sabe sobre as características do suicídio em idades avançadas em que o processo de envelhecimento se torna mais exacerbado tornando esses idosos mais vulneráveis. Compreender esse processo pode embasar o desenvolvimento de políticas públicas para sua prevenção. Objetivo Estudar o perfil das mortes por suicídio entre longevos no Rio Grande do Sul (RS) em 2017. Método Foram analisados os dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do DATASUS referentes aos óbitos por suicídio em longevos, no RS em 2017. Resultados No ano de 2017, no foram relatados no SIM no RS 65 óbitos por suicídio entre longevos, dos quais 83,1% eram homens, 86,1% brancos, 40% casados e 24,6% viúvos, até 7 anos de estudo (49,2%). Quanto ao local de ocorrência, 80% foi no domicílio. Quanto à causa básica, 56,9% foi enforcamento, 15,4% arma de fogo e ferimentos cortantes ou penetrantes (7,7%). Somente 1,5% tinha registro de transtorno mental. Conclusões O perfil dos longevos que faleceram por suicídio em 2017 no RS foi de homens, casados, com baixa escolaridade e sem transtorno mental associado, o local de ocorrência mais frequente foi o domicílio e por enforcamento, corroborando com a literatura. A inexistência de transtorno mental surpreende não indo ao encontro com dados encontrados na literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-10
Como Citar
Rigo, I., Tiecker, A., Pereira Grigol, M., & Gonçalves Bós, Ângelo. (2019). SUICÍDIO EM LONGEVOS NO RS: DADOS DO DATASUS 2017. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 16(2), 22. https://doi.org/10.5335/rbceh.v16i2.10368