PERFIL DO USO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DE PORTO ALEGRE

  • Camila Pereira de Andrade
  • Paula Engroff
  • Vanessa Sgnaolin
  • Newton Luiz Terra
  • Alfredo Cataldo Neto
Palavras-chave: Idoso, Uso de medicamentos, Terapêutica

Resumo

Introdução: O envelhecimento pode causar diversos agravos à saúde do idosos, elevando o consumo de medicamentos.1 O objetivo do estudo foi avaliar o perfil farmacológico dos idosos atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF). Métodos: Estudo transversal, coletado de forma prospectiva em uma amostra aleatória da população idosa cadastrada na ESF de Porto Alegre/RS. Esta pesquisa fez parte do Estudo Epidemiológico e Clínico dos Idosos atendidos pela Estratégia Saúde da Família do município de Porto Alegre EMISUS.2 Os idosos foram entrevistados nas residências pelos agentes comunitários de saúde, que aplicaram um questionário geral, contendo informações sobre medicamentos. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (parecer número 10/04967, registro 499 do processo 001.021434.10.7). Todos os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultados: Foram incluídos 761 participantes com idade média de 77,1±10,3 anos, representados na sua maioria por mulheres (63,9%), cor branca (64,7%) e primeiro grau incompleto (66,8%). A média de medicamentos utilizados foi de 4,1±3,1 e a prevalência 85,0%. Os grupos anatômicos mais utilizados foram: sistema cardiovascular (80,1%), sistema digestivo e metabolismo (56,9%) e sistema nervoso (46,8%). Em relação ao entendimento, 75,4% dos idosos reconheciam o medicamento pelas características da embalagem e 53,4% adquiriam na rede pública. Não aderiam ao tratamento farmacológico 66,8%. Conclusões: Como os idosos são os que mais utilizam medicamentos, estudos com essa abordagem podem contribuir para formulação de estratégias de atenção a essa população. A inclusão de farmacêuticos nas equipes é de uma imensa importância, podendo auxiliar no cuidado ao paciente prestando assistência farmacêutica

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-20
Como Citar
de Andrade, C., Engroff, P., Sgnaolin, V., Terra, N., & Neto, A. (2019). PERFIL DO USO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DE PORTO ALEGRE. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 16(2), 64. https://doi.org/10.5335/rbceh.v16i2.10271