CONTRIBUIÇÕES DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS MULTICOMPONENTES SOBRE A CAPACIDADE FUNCIONAL DE IDOSOS

  • Marcos Antônio Silveira da Costa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ângela Ghileni Pena Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Envelhecimento, Exercícios em Circuitos, Atividade Motora

Resumo

Introdução: O processo de envelhecimento provoca alterações funcionais que podem comprometer a marcha e o equilíbrio de idosos1,2,3, o que afetam diretamente a capacidade funcional2,3,4. Um programa de exercícios multicomponentes têm demonstrado reduzir quedas e melhorar a capacidade funcional de idosos3,4,5,6. No entanto, a combinação ideal de exercícios de força, equilíbrio, velocidade e agilidade precisam ser mais investigados5,6,7. Objetivo: Verificar os efeitos de um programa de exercícios multicomponentes sobre a capacidade funcional de idosos. Métodos: Foi realizado um estudo observacional a partir de informações de prontuários de 24 idosos que frequentavam um centro de exercícios terapêuticos, 2 vezes por semana, localizado na cidade de Porto Alegre. A bateria de testes Short Physical Performance Battery (SPPB)8 era usada rotineiramente antes e após 3 meses do programa de exercícios multicomponentes que incluía fortalecimento, treino de equilíbrio e velocidade de marcha. Foi utilizada a estatística descritiva - distribuição absoluta e relativa (n - %), média, mediana e desvio padrão. A distribuição de dados ocorreu pelo teste de Kolmogorov-Smirnov. A comparação ocorreu pelo teste t-Student e o teste de Wilcoxon. Foi utilizado o software SPSS 20.0, e o nível de significância foi de 5%. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob nº1.472.393. Resultados: Na análise parcial do SPPB, o teste de equilíbrio apresentou aumento significativo (p=0,001) de 1,2 pontos. Para velocidade da marcha, houve um aumento significativo (p=0,003) de 0,5 pontos. O teste de força apresentou um aumento significativo (p=0,001) de 1,3 pontos. No escore total do SPPB, houve diferença significativa (p<0,001) entre a média no Pós-intervenção (11,5±0,9) e a avaliação Pré (8,6±2,5). Conclusões: Este estudo demonstrou que o programa de exercícios multicomponentes realizado gerou um aumento da capacidade funcional de idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-06
Como Citar
Costa, M. A., & Pena, Ângela. (2019). CONTRIBUIÇÕES DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS MULTICOMPONENTES SOBRE A CAPACIDADE FUNCIONAL DE IDOSOS. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 16(2), 51. https://doi.org/10.5335/rbceh.v16i2.10204