CONSULTA DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM DIABETES MELLITUS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

  • Juliete Coelho Coelho Gelsleuchter Universidade Federal de Santa Catarina
  • Karina Silveira de Almeida Hammerschmidt Universidade Federal de Santa Catarina
  • Juliana Balbinot Reis Girondi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Laura Cavalcanti de Farias Brehmer Universidade Federal de Santa Catarina
  • Melissa Orlandi Honório Locks Universidade Federal de Santa Catarina
  • Anderson Abreu de Carvalho Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Idoso, Diabetes Mellitus, Enfermagem, Atenção primaria à Saúde

Resumo

Introdução: A Consulta de enfermagem (CE), é oportunidade para realizar práticas do cuidado como: fortalecimento do vínculo, educação em saúde, avaliação multidimensional, identificação precoce de idosos frágeis ou em processo de fragilização, entre outras¹. Objetivo: Identificar a realização da CE específica para idosos com diabetes mellitus, por enfermeiros de uma unidade básica de saúde do município de São José/SC. Metodologia: Trata-se de estudo de caso holístico, de casos múltiplos ². Participaram do estudo cinco enfermeiros de uma Unidade Básica de São José/ SC, no período de dezembro de 2016. A coleta de dados buscou evidências através de entrevista semiestruturada. Os aspectos desta pesquisa estão de acordo com a resolução 466/12 e aprovada no Comitê de ética sob parecer 1.833.375. Resultados: Quando questionados se eles teriam uma agenda exclusiva para o atendimento dos idosos diabéticos quatro participantes do estudo negam a existência deste atendimento exclusivo, negando assim a realização de CE, pois segundo os mesmos a Secretaria da Saúde de São José passou por uma reestruturação empregando o acolhimento nas unidades de saúde. Atualmente as agendas funcionam através do acolhimento à demanda espontânea, atendendo assim todo público independente de ter uma agenda exclusiva. Apenas um enfermeiro faz consulta de enfermagem voltado aos marcadores englobado à consulta com idoso diabético. Conclusões: Nesse contexto, ressalta a importância dos enfermeiros da Estratégia da Saúde da Família e seu papel fundamental nas respostas às necessidades de saúde da população idosa na Atenção Primária. Destacando a CE como sendo atividade privativa do enfermeiro, onde é possível usar componentes do método científico para identificar situações de saúde/doença, prescrever e implementar medidas de enfermagem que contribuam para a promoção, prevenção, proteção da saúde, recuperação e reabilitação do indivíduo, família e comunidade. Reforçando que o acolhimento ajuda a criar vínculo, porém não é uma CE e muito mesmos substituí a mesma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliete Coelho Coelho Gelsleuchter, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Karina Silveira de Almeida Hammerschmidt, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Juliana Balbinot Reis Girondi, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Laura Cavalcanti de Farias Brehmer, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Melissa Orlandi Honório Locks, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Publicado
2019-11-05
Como Citar
Gelsleuchter, J. C., Hammerschmidt, K., Girondi, J., Brehmer, L., Locks, M., & Carvalho, A. (2019). CONSULTA DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM DIABETES MELLITUS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. Revista Brasileira De Ciências Do Envelhecimento Humano, 16(2), 44. https://doi.org/10.5335/rbceh.v16i2.10193