Modelo de previsão hidrológica utilizando redes neurais artificiais: um estudo de caso na bacia do Rio Xingu – Altamira-PA

  • Arilson Galdino da Silva Censipam - Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia
  • Adriana Rosa Garcez Castro Universidade Federal do Pará
  • Alen Costa Vieira Censipam - Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia
Palavras-chave: Modelagem Hidrológica, Previsão de Cotas do Rio xingu, Redes Neurais, Série Temporais

Resumo

O conhecimento acerca da amplitude do transbordamento dos leitos fluviais é extremamente necessário para determinação de áreas de risco. A cidade de Altamira-PA, localizada às margens do rio Xingu, vem sofrendo com casos extremos de cheias que tendem a provocar inundações, resultando em severos prejuízos para a sua população. Considerando o problema, este artigo apresenta a proposta de um sistema de previsão de nível mensal do Rio Xingu baseado em Redes Neurais Artificiais Perceptron de múltiplas camadas. Para o desenvolvimento do sistema foram utilizados dados de precipitação na bacia e sub-bacias do Rio Xingu, e informações de Temperatura da Superfíciedo Mar (TSM) do período de 1979 a 2016. Os resultados satisfatórios obtidos demonstram a grande aplicabilidade das Redes Neurais Artificiais para o problema de previsão de cheias.
Publicado
2018-10-23
Como Citar
[1]
Silva, A., Castro, A. e Vieira, A. 2018. Modelo de previsão hidrológica utilizando redes neurais artificiais: um estudo de caso na bacia do Rio Xingu – Altamira-PA. Revista Brasileira de Computação Aplicada. 10, 3 (out. 2018), 55-62. DOI:https://doi.org/10.5335/rbca.v10i3.8779.
Seção
Artigos selecionados em Conferências - IX WCAMA (2018)
Share |