Estudo do tempo de processamento para análises do comportamento mecânico de córneas via simulações numéricas

Paulo Roberto de Almeida, Ricardo Rodrigues Magalhães

Resumo


A córnea e a esclera formam a superfície externa do globo ocular, proporcionando proteção aos componentes internos e mantendo o formato de refração do olho. A estrutura da córnea é composta de epitélio, endotélio e estroma, sendo este último o principal responsável pelas características mecânicas da córnea. Estudos biomecânicos envolvendo o Método dos Elementos Finitos (MEF) podem revelar características mecânicas importantes da córnea, porém estes estudos normalmente requerem alto custo computacional. Este trabalho propõe um estudo do tempo de processamento para análises do comportamento mecânico de córneas humanas via MEF, levando-se em consideração modelos computacionais com baixa complexidade. As simulações foram realizadas utilizando um software comercial de análise de elementos finitos para medir o deslocamento no ponto central da córnea, em que variou-se a quantidade de elementos e nós dos modelos, com o objetivo de comparar os resultados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5335/rbca.v9i4.7025