Teoria da identidade social aplicada ao jogo de autorregulação dos processos de trocas sociais baseado em sistemas multiagente

  • Jader de Freitas Saldanha FURG
  • Diana Adamatti FURG
  • Graçaliz Dimuro FURG
Palavras-chave: Simulação Baseada em Agentes, Simlução Social e Ambiental, Trocas Sociais, Teoria da Identidade Social

Resumo

A Teoria da Identidade Social enfatiza a dimensão social do comportamento individual e grupal, ao postular que o indivíduo é moldado pela sociedade e pela cultura. Desenvolvido por Macedo, o Jogo de Autorregulação dos Processos de Trocas Sociais, apresenta agentes artificiais comunicando-se pelas Trocas Sociais levando em conta suas diferentes estratégias de jogo até que o sistema atinja um equilíbrio em relação as trocas. A metodologia de desenvolvimento desse trabalho baseou-se na revisão de literatura sobre os conceitos necessários envolvidos nessa pesquisa, bem como o olhar de trabalhos da comunidade científica sobre a Teoria da Identidade Social e os Sistemas Multiagente e então a elaboração de uma proposta inicial. Como objetivo geral tem-se: desenvolver um modelo de simulação que integre os conceitos da Teoria da Identidade Social no âmbito do Jogo de Autorregulação dos Processos de Trocas Sociais. Como objetivos específicos: identificar em trabalhos relacionados contribuições para o desenvolvimento; elaborar uma proposta inicial para a análise de simulação multiagente. Espera-se que essa pesquisa contribua na análise de características emergentes do comportamento humano em ambientes artificiais que até então não foram investigadas coletivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-05-28
Como Citar
[1]
Saldanha, J., Adamatti, D. e Dimuro, G. 2017. Teoria da identidade social aplicada ao jogo de autorregulação dos processos de trocas sociais baseado em sistemas multiagente. Revista Brasileira de Computação Aplicada. 9, 1 (maio 2017), 73-83. DOI:https://doi.org/10.5335/rbca.v9i1.6728.
Seção
Artigos selecionados em Conferências - VII MCSul (2016)
Share |