PEPCONTEXTUAL: definição de um prontuário eletrônico de paciente ciente de contexto

  • William Hart Oliveira Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Cristiano Andre da Costa Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
  • Rodrigo da Rosa Righi Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
  • Dinarte Alexandre Ballester Sistema de Saúde Mãe de Deus
Palavras-chave: Ciência de Situação, Prontuário Eletrônico, Saúde Ubíqua

Resumo

A computação móvel pode ser definida como informação na ponta dos dedos a qualquer hora, em qualquer lugar e avança como uma realidade nas tarefas e atividades das pessoas, em decorrência da popularização e diversificação de dispositivos móveis e redes sem fio. Faz-se importante então, desenvolver modelos que permitam não somente compartilhar dados clínicos, mas sim tornar os dados independentes da tecnologia usada e cientes de contexto. Neste cenário, o presente trabalho, denominado PEPContextual, consiste em um modelo que faz uso da ciência da situação (situation awareness), explorando informações relacionadas com o ambiente ou com os próprios usuários e onde diversos tipos de contextos são aglomerados de forma a gerar uma visualização mais rica, complexa e inteligente, criando inúmeras possibilidades, dentre elas, a inferência de riscos associados ao paciente. A avaliação por estudo de caso confirmou a expectativa de que a aplicação de ciência de situação, baseada no modelo de Endsley, possibilitaria que o modelo de forma ubíqua detectasse riscos associados ao paciente.
Publicado
2017-07-28
Como Citar
[1]
Oliveira, W., da Costa, C., Righi, R. e Ballester, D. 2017. PEPCONTEXTUAL: definição de um prontuário eletrônico de paciente ciente de contexto. Revista Brasileira de Computação Aplicada. 9, 2 (jul. 2017), 43-58. DOI:https://doi.org/10.5335/rbca.v9i2.6149.
Seção
Artigo Original
Share |