Explorando os metadados na recomendação de músicas em um ambiente com escassez de informação

Palavras-chave: Filtragem Baseada em Conteúdo; Lista de Recomendação; Metadados; Músicas; Sistema de Recomendação

Resumo

A evolução da música digital possibilitou, a partir dos anos 2000, o surgimento dos serviços de transmissãode música, o que produziu um efeito altamente lucrativo ao setor musical. Estes serviços se utilizam desistemas de recomendação para encontrar faixas que venham a agradar aos usuários, coletando assim ricasinformações a respeito do que ouvem. O volume de dados obtido possibilita um cenário rico em característicasque descrevem a ambos, fazendo, assim, com que as recomendações possam ser mais confiáveis. Sendoassim, é possível um cenário com escassez de dados onde se encontrem recomendações para seus usuários? Oproblema que este trabalho visa resolver é a dificuldade que os sistemas de recomendação tem em sugerirnovas obras para os usuários diante de um cenário com escassez de informação. Ao longo deste trabalho umlevantamento teórico será realizado assim como os modelos necessários para o desenvolvimento do sistema.Os resultados mostram que é possível realizar recomendações em um cenário com escassez de informação.A avaliação mostrou que em um ambiente desbalanceado onde apenas 11% das músicas são consideradasrelevantes é possível obter, na métrica MAP, aproximadamente 20% de assertividade ao longo das listas derecomendações, assim como uma lista de recomendação com um número maior de faixas ajuda na obtençãode um melhor resultado. A avaliação também mostrou que é possível obter na métrica MRR mais de 35% deassertividade, assim como a lista de recomendação com um número maior de músicas interfere diretamenteno resultado positivo da métrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-18
Como Citar
[1]
Silva, D. e Durão, F. 2020. Explorando os metadados na recomendação de músicas em um ambiente com escassez de informação. Revista Brasileira de Computação Aplicada. 12, 2 (maio 2020), 1-15. DOI:https://doi.org/10.5335/rbca.v12i2.10047.
Seção
Artigo Original
Share |