MEDICINA E MODERNIDADE: A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA MEDICINA EM GOIÁS

  • Éder Mendes de Paula

Resumo

O presente artigo discute a constituição do saber médico em Goiás e oferece um apanhado geral do processo de institucionalização da medicina. Por meio das contribuições historiográficas de Mary Karasch e Gilka Salles traça uma linha histórica do século XVIII e XIX até a construção da Faculdade de Medicina em Goiás. A discussão perpassa o conceito de sertão para localizar as representações dos médicos e seus discursos no estado, bem como a reverberação dos mesmos através da construção de Goiânia. Por meio de excertos de publicações em periódicos médicos procurou-se perceber as representações em torno do saber a partir da visão da própria classe médica, discutindo questões relacionadas com o conceito de sertão e a apropriação política do discurso da saúde como forma de dominação. A base é a fundação da Associação Médica de Goiás e a publicação da Revista Goiana de Medicina.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-05-30