JORNALISMO INTERNACIONAL, IMPRENSA E COBERTURA: O CASO DE UM JORNAL CATARINENSE E A COBERTURA TELEGRÁFICA SOBRE A PRIMEI-RA GUERRA MUNDIAL (1915-1917)

Igor Lemos Moreira

Resumo


Resumo: Sob a ótica da História da Comunicação e da História dos Eventos, pretendeu-se discutir a cerca da cobertura do jornal O Estado, jornal de circulação em Santa Catarina, a Primeira Guerra Mundial (1914-1915), em especial a questão do serviço telegráfico. Em primeiro momento a intenção é focalizar no editorial e no enquadramento do impresso no contexto da cidade de Florianópolis, observando, no segundo momento, também o funcionamento das sessões de informação internacional e como os telegramas auxiliam na cobertura e traziam a sensação de aceleração do tempo e de uma guerra que não foi vivência para além do aspecto territorial. A tradução e/ou publicação de telegramas são tomadas neste trabalho enquanto modos de refletir acerca da cobertura jornalística da Primeira Guerra Mundial a partir da imprensa local.

 

 

 

 Palavras-chave: Primeira Guerra Mundial; Jornalismo Internacional; Telegramas; História da Comunicação; História do Tempo Presente

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.