JORNAL CORREIO DA SEMANA: A SECA COMO TEMA DE PRIMEIRA PÁGINA COM ABORDAGEM CATÓLICA

Luciane Azevedo Chaves

Resumo


Esta pesquisa é parte da dissertação de mestrado que aponta para uma discussão sobre as políticas públicas implementadas pelo Estado para os agricultores sertanejos na década de 1970, na microrregião de Sobral – Ceará, com prioridade para aquelas políticas destinadas em períodos de estiagem. O referido artigo tem como objetivo analisar a conjuntura do jornal católico Correio da Semana, pertencente à Cúria Diocesana de Sobral. O procedimento de análise foi de atentar para a configuração de cada edição do semanário em termos da pauta de notícias; da dinâmica de sua apresentação; dos modos de noticiar os problemas e as soluções apresentadas; dos sujeitos que despontavam; e da relação com o poder público, por meio da maneira de se reportar aos órgãos governamentais. Então, foi possível identificar seu posicionamento com relação à questão da seca, no ano de 1970. O jornal analisado apresenta um posicionamento de legitimar a presença da miséria e da fome, esforçando-se por demonstrar como a razão da pobreza e da miséria dos trabalhadores rurais está associada ao fato de terem se tornado vítimas da seca. O aprofundamento da leitura de suas páginas permitiu acompanhar a formulação de estratégias de produção e reprodução de uma memória em torno da região Nordeste, que a caracteriza como lugar do atraso, da miséria, das secas.

 

 


Palavras-chave: Agricultores; Imprensa; Memória; Seca.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.