REINO DO MARAVILHOSO: ASPECTOS DA REPRESENTAÇÃO DO SERTÃO NO ROMANCE D’A PEDRA DO REINO DE ARIANO SUASSUNA

  • Jossefrania Vieira Martins

Resumo

Neste artigo discutimos o espaço como categoria possível aos estudos históricos situando sua abordagem no contexto da relação interdisciplinar entre a história e a literatura. Procuramos redimensionar a espacialidade da perspectiva predominantemente material e física para entendê-la no âmbito da construção da linguagem que dialogicamente com a cultura interfere no modo como o sujeito interage e interfere criativa e conceitualmente na composição das diferentes realidades. À luz do conceito de representação no modo como foi ativado pelo campo da História Cultural em diálogo com a filosofia da linguagem desde a “virada linguística” nos anos 1970, apresentamos alguns dos aspectos do sertão no modo como foi representado pelo escritor paraibano Ariano Suassuna em sua obra Romance d’A Pedra do Reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta publicado em 1971. Por fim, entrecruzar história, espaço e literatura revela o esforço em desafiar o historiador a identificar e definir objetos motivado pelo diálogo com outros saberes.Palavras-Chave: Espaço; Literatura; Sertão; Representação; Ariano Suassuna.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-08-01
Como Citar
Vieira Martins, J. (2016). REINO DO MARAVILHOSO: ASPECTOS DA REPRESENTAÇÃO DO SERTÃO NO ROMANCE D’A PEDRA DO REINO DE ARIANO SUASSUNA. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 15(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/6222