A PRIVATIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO: OS DIVERSOS INTERESSES SOBRE UM SÍTIO ARQUEOLÓGICO EM NITERÓI/RJ

  • Rodrigo Pereira

Resumo

O artigo versa sobre os atores envolvidos e suas posições frente a política de preservação do Patrimônio Arqueológico no Brasil, a partir de um estudo de caso - a delimitação do sítio arqueológico inserido dentro de um condomínio residencial em Niterói/RJ. Debateremos a concepção de Patrimônio Cultural, Histórico e Arqueológico, no que compete a preservação de espaços tombados ou registrados como sítios e também quanto aos interesses, muitas vezes divergentes, dos atores envolvidos e o quanto estes levam às posições díspares sobre o conceito de memória e das ações de preservação cultural no país. Isso interfere diretamente, tanto na preservação dos bens arqueológicos, como também sua apropriação como espaço.   Palavras Chaves: Bem Cultural; Política Cultural; Tombamento; Privatização de Patrimônio; Conflito de interesses.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-08-26
Como Citar
Pereira, R. (2015). A PRIVATIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO: OS DIVERSOS INTERESSES SOBRE UM SÍTIO ARQUEOLÓGICO EM NITERÓI/RJ. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 14(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/5318