PAPEL DOS ESCRAVOS NEGROS APÓS A ABOLIÇÃO

Felipe Quartim Barbosa Cação, Cyro de Barros Rezende Filho

Resumo


O artigo trata fundamentalmente do papel do afro, ex-escravo, após a abolição da escravatura em maio de 1888. Os dados históricos desde a colonização foram apropriados para revelar as lutas e a maneira como a cultura afro se formou no Brasil, bem como a religião, a relação com o homem branco, de modo a justificar o tratamento com os afros até os anos que precederam 1888 e, sobretudo, a condição resultante nos anos que sucederam a abolição da escravatura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.