SONO TUTTI BUONA GENTE: A INVENÇÃO DA SUPERIORIDADE ITALIANA

  • Bruno Antonio Picoli

Resumo

A propriedade da terra, o trabalho, a família, a religiosidade... são entendidos como elementos definidores da natural superioridade (cultural, econômica, espiritual) dos descendentes de italianos do oeste de Santa Catarina quando contrastados com os grupos étnicos já residentes nesta região quando do processo de colonização. O objetivo deste artigo é desnaturalizar esta distinção entre os grupos “italiano” e “caboclo”, na medida em que propõe uma abordagem da colonização do oeste catarinense como uma luta de representações estruturadas e estruturantes, definidoras de papéis sociais e práticas culturais, ou seja, da identidade de grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-11
Como Citar
Antonio Picoli, B. (2014). SONO TUTTI BUONA GENTE: A INVENÇÃO DA SUPERIORIDADE ITALIANA. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 10(1). Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/4388
Seção
Artigos Livres