As relações do Vale do Sinos com a Primeira Guerra Mundial * The relations of the Vale do Sinos with the First World War

  • Alex Juarez Müller Universidade de Passo Fundo - UPF

Resumo

Resumo: O ingresso do Brasil na Primeira Guerra Mundial proporcionou um surto industrial e no aumento da produção agropecuária nas colônias de imigrantes do sul do Brasil. O Vale dos Sinos, região de imigração alemã localizada no Rio Grande do Sul, teve seu crescimento acentuado no período do conflito. Por se tratar de uma região de colonização alemã o presente estudo objetiva compreender como a região se comportou durante a guerra. Devido a escassez de fontes primárias do período da guerra, como também de bibliografias que discutam o tema, essa pesquisa fez uso de fontes diversas (autores locais, relatórios, dados estatísticos, patrimônio edificado, etc) para chegar aos resultados preliminares apresentados. Os resultados prévios mostram que a região teve seu desenvolvimento acentuado com a guerra e que as comunidades alemãs estiveram sob a fiscalização constante do Estado.Palavras – chave: Primeira Guerra Mundial, República Velha, Vale dos Sinos.Abstract: The entry of Brazil the First World War afforded a industrial boom and increasing agricultural production in the colonies of immigrants from southern Brazil. The Vale dos Sinos, German immigration region located in Rio Grande do Sul, had its strong growth in the conflict period. Because it is a German colonization of the region present study aims at to understand how the region behaved during the war. Due to shortage of primary sources of the war period, as well as bibliographies that discuss the topic, this research used various sources (local authors, reports, statistical data, historic monuments, etc.) to get to the preliminary results presented. Partial results show that the region had its strong development with the war and the German communities were under the constant supervision of the state.Keywords: First World War, the Old Republic, Vale dos Sinos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-12-11
Seção
Artigos Livres