O PRONAF B e sua participação na permanência do campesinato no Assentamento Abril Vermelho em Santa Bárbara-PA

  • Anderson Coelho Borges Mestrando em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido- PPGDSTU pela Universidade Federal do Pará- UFPA e graduado em Licenciatura em Geografia pela Universidade da Amazônia
  • Rose Martins Tavares Especialista em Sociologia Rural (UFPA), Mestre em Educação (UNAMA) e Doutoranda em Administração(UNAMA); Docente da Universidade da Amazônia

Resumo

O objetivo principal deste trabalho é analisar a contribuição do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) B para a manutenção na terra pelos camponeses do Assentamento Abril Vermelho, situado no município de Santa Bárbara, estado do Pará. A pesquisa se pautou em levantamento bibliográfico para dar sustentação teórica e conceitual, bem como na análise qualitativa por intermédio de aplicação de questionários e perguntas abertas para os camponeses e técnicos da EMATER do município, além de análise documental. A pesquisa revelou que o PRONAF, na área de estudo, não consegue por si só atingir os objetivos propostos em suas ações, sendo assim necessário que os mesmos busquem outros mecanismos que auxiliem na busca pela permanência no território. Palavras-chave: Camponês. Pronaf. Território.    

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-03
Como Citar
Coelho Borges, A., & Martins Tavares, R. (2019). O PRONAF B e sua participação na permanência do campesinato no Assentamento Abril Vermelho em Santa Bárbara-PA. Semina - Revista Dos Pós-Graduandos Em História Da UPF, 18(2), 133 - 148. Recuperado de http://seer.upf.br/index.php/ph/article/view/10326